Cartas em papel, álbuns de cantores favoritos, DVDs, têm algo em comum: eles têm sido substituídos por novas tecnologias, principalmente em versão mobile. Velocidade, agilidade, e comodidade digital também têm impactado o modo como as pessoas se relacionam com as instituições financeiras.

 Todos querem interações simples, que repensem os processos burocráticos e custosos típicos dos bancos.

 Nascem então as Fintechs, que são empresas de tecnologia que oferecem serviços financeiros diferenciados e simplificados utilizando quase que exclusivamente meios digitais.

 As Fintechs estão movimentando o mercado com inovações que buscam desburocratizar e tornar menos custosos diversos serviços financeiros. São novas tecnologias alinhadas com modelos mais simples e mais eficientes que garantem melhores experiências e redução de custos financeiros para os usuários.  

 Com operações enxutas e sem burocracia, as Fintechs repensam aspectos de usabilidade, atendimento, simplicidade, experiência do cliente e inovam em diversos setores financeiros, como por exemplo:

 ·        Seguros

·        Investimentos e uso de robôs

·        Crédito e empréstimos

·        Negociação de dívidas

·        Criptomoedas

·        Câmbio

·        Analytics e Big Data para o setor financeiros

·        Pagamentos

·        Gestão Financeira

·        Multisserviços

 As Fintechs mostram como a tecnologia pode ser usada como uma ótima ferramenta para facilitar a vida financeira dos clientes.

 O Alves Pryngler assessora Fintechs diversas em sua criação, desenho do modelo jurídico de negócios e operacionalização.

 Elizabeth Alves é sócia do Alves Pryngler. Ela possui Executive MBA pelo IESE - Espanha; Doutorado e Mestrado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo - USP.

 

Comment

Leia Mais